Gestão de Ativos e soluções de Softwares

Hoje vamos falar de Enterprise Asset Management (EAM) ou Gestão de Ativos Corporativos, que é o processo de gerenciar o ciclo de vida dos ativos físicos para maximizar seu uso, economizar, melhorar a qualidade e eficiência; e guardar a saúde, a segurança e o meio ambiente.

O EAM é usado principalmente em indústrias que dependem de ativos físicos em quantidade, caros ou complexos, como fábricas, equipamentos, veículos, etc. Os usuários em sua maior parte incluem as indústrias de petróleo e gás, mineração, energia, construção naval, engenharia, farmacêutica, governo, serviços públicos e indústria aeroespacial e de defesa.

framework-eam

Embora a Gestão de Ativos possa ser realizada em papel ou em software de desktop, como em planilhas eletrônicas, é mais comum e muito mais produtivo com softwares EAM especializados, como o IBM Maximo, implantado inúmeras vezes em grandes empresas mundiais, por consultorias especializadas como a brasileira MaximoCon IT Services.

O gerenciamento de ativos corporativos pode aumentar a produtividade, o tempo de operação, a longevidade, minimizar os riscos e os custos, otimizar o valor comercial e reduzir para perto de zero a plant downtime, que é o tempo que a operação fica parada. Tudo isso garantindo que os ativos de alto valor operem da maneira que foram projetados.

Por exemplo, o software de Gestão de Ativos pode alertar os gerentes de operações para a falha pendente de uma peça da máquina e, em seguida, fornecer as informações e as ferramentas de planejamento necessárias para enviar um reparador para substituir a peça antes que ela se quebre e cause mais danos. A manutenção oportuna também pode evitar o risco de operação inadequada de equipamentos, ferindo trabalhadores ou liberando poluentes que ameacem a saúde e o meio ambiente.

O EAM automatiza a cadeia de fornecimento para garantir o estoque ideal de peças e materiais, evitando assim pedidos urgentes ou a necessidade de reverter para fornecedores mais caros ou menos confiáveis, ajudando a manter os custos baixos.

As funções do EAM também podem aumentar o valor do negócio. Por exemplo, a análise pode identificar oportunidades para realocar equipamentos dentro de uma planta industrial para suportar novas linhas de negócios.

O EAM mantém um banco de dados detalhado e preciso de ativos, suas características e histórico, bem como documentos sobre conformidade regulatória. Como o registro está envolvido na maioria dos aspectos do EAM, as organizações às vezes empregam o gerenciamento de dados mestre para garantir a precisão dos dados do ativo. Ferramentas de gerenciamento financeiro e análise também são comumente incluídas no software EAM.

O gerenciamento do ciclo de vida do ativo é outro recurso comum do software EAM. Ela abrange os principais estágios da vida de um ativo, desde o projeto inicial até o planejamento de sua produção – ou construção, se for um prédio ou outra infraestrutura – gerenciamento de garantia, descomissionamento e descarte.

O gerenciamento da cadeia de fornecimento é essencial no EAM, pois os materiais e componentes devem ser protegidos para a construção, manutenção ou conserto de ativos. A maioria dos softwares EAM possui recursos para gerenciamento de estoque, gerenciamento de materiais e aquisição. As ferramentas de planejamento de demanda podem ajudar na previsão.

O planejamento de manutenção, além do registro de ativos, é chave nos softwares de Gestão de Ativos. Aqui, os usuários do software rastreiam o pessoal disponível e suas habilidades, emitem ordens de serviço para trabalhos de manutenção ou reparo, gravam horas e organizam o pagamento.

Recursos corretivos, preditivos ou de manutenção preventiva, normalmente baseados nas ferramentas de análise do software EAM são comuns para gerenciar ativos e trabalhos mais complexos.

O software EAM inicial era autônomo ou era conectado em rede e operado por vários usuários que inseriram dados manualmente. Hoje, grande parte dos dados de ativos vem automaticamente de sensores conectados ao ativo e conectados por redes sem fio ou com fio, às vezes por milhares de quilômetros, ao sistema EAM. Essa conectividade permite o monitoramento remoto de ativos, bem como o acesso móvel ao software EAM.

quadro_ativos

O software EAM pode ser integrado a um software ERP, principalmente para fins contábeis, embora algumas organizações também utilizem para gerenciamento de capital humano, gestão da cadeia de abastecimento e as funções de meio ambiente, saúde e segurança, em vez de, ou em combinação com, aquelas no software EAM.

Um pacote EAM também pode ser integrado a um software de nicho que lida com um subconjunto do processo EAM, geralmente com um sistema computadorizado de gerenciamento de manutenção (CMMS) ou com software de manutenção, reparo e operações (MRO).

A integração com um GIS pode fornecer mapeamento aprimorado, mostrando locais de ativos e rotas de manutenção. Além disso, o software de visualização 3D pode aumentar as informações de ativos de um sistema EAM.

O software EAM normalmente segue a ISO 55001: 2014, um padrão internacional para sistemas de gerenciamento de ativos.
A maioria dos principais fornecedores de software ERP, incluindo IBM, SAP, Oracle e Infor, bem como fornecedores menores, como o IFS, vendem módulos EAM com preços separados. O módulo EAM é normalmente integrado ao ERP do fornecedor, mas muitos compradores escolhem diferentes fornecedores para os dois. O IBM Maximo se destaca por ser focado na Gestão de Ativos mas possui os módulos de um ERP, é fácil de usar e integrável com outros sistemas, como o SAP e o Oracle por exemplo.

índice

Nos últimos anos, os fornecedores de software da EAM começaram a expandir os limites de seus sistemas para incluir fabricantes e provedores de serviços que podem acessar um registro de ativos compartilhados em uma rede baseada em nuvem. Um objetivo é padronizar as definições de ativos e minimizar a entrada manual de dados.

O Gartner prevê que as implantações no local continuarão a dominar os softwares de Gestão de Ativos até pelo menos 2020 em grandes organizações de ativos intensivos, enquanto organizações menores favorecerão a nuvem, incluindo o SaaS.

Para mais informações, envie um e-mail para giovani@maximocon.com ou acesse www.maximocon.com.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s